Esporte News

Vitória se reforçando de verdade

Desde o início da temporada, o Vitória tinha sido discreto nas contrações. Lúcio Maranhão, William Henrique e David Braz eram os únicos nomes contratados pelo Rubro-Negro até esta segunda-feira. No entanto, o disco mudou de lado. Nesta segunda, o clube anunciou de uma só vez três novos nomes: Fabrício, Marcos e Cardoso.
Apresentado após assinar contrato, o zagueiro Fabrício chegou e já treinou com bola ao lado dos demais companheiros. Já o também zagueiro Cardoso fez exames e correu ao redor do gramado. Ele será apresentado nesta terça-feira, ao lado do lateral-direito Marcos. No entanto, de acordo com o diretor de futebol, Raimundo Queiroz, as contratações não devem parar por aí. O Rubro-Negro prepara um novo pacote para ser anunciado até o final da semana. Segundo o dirigente, os futuros anunciados serão jogadores de criação e ataque, e famosos.
- Não encerramos por aí as contratações. Até o momento, só anunciamos jogadores do meio para trás. Então, ao longo dessa semana vamos contratar jogadores do meio para frente. Anunciaremos nos próximos dias, e espero que até o final da semana tenhamos novas apresentações. Só posso adiantar que do meio-campo para frente vamos trazer dois ou três jogadores famosos. Ou, se não forem famosos, vão ficar aqui – prometeu.
O famoso mais próximo do Vitória é parente do mais badalado jogador da atualidade. Primo de Messi, Maxi Biancucchi espera uma consulta do Vitória feita à CBF para fechar com a equipe baiana. Através de um rede social, o meia-atacante declarou que estava de mudança para a Toca do Leão.
Além do argentino, outros dois 'gringos' são especulados no Barradão: Luis Enrique Cacéres, do Libertad, e o ex-botafoguense Herrera, que seria um jogador 'famoso', conforme antecipado por
Raimundo Queiroz.
- O Maxi é um atleta internacional, e por isso nós temos que aguardar uma consulta feita à CBF. Esperamos a informação sobre a permissão da proporção de atletas internacionais por partida, e se isso também vale para contratações. Temos interesse no Maxi. Adiantamos detalhes, mas ele ainda não está contratado. Em relações aos outros nomes citados, eu não vou antecipar até que estejam contratados. Qualquer outra contratação, eu só discuto quando estiver aqui e com exames em providência. Caso contrário, vira especulação, e se não acontece vira frustração. Por isso não vou declarar nenhum tipo de informação antes que venha a acontecer, mas espero nos próximos dias apresentar jogadores que vão agradar bastante – disse.
De acordo com Queiroz, a consulta acontece pelo fato de que o Vitória tem no time júnior dois jogadores que não são brasileiros, um boliviano e um coreano, inscritos pelo clube nas competições profissionais que disputa neste primeiro semestre.
O dirigente ainda afirmou que a observação do mercado sul-americano era uma cobrança de torcedores e imprensa, mas ressaltou o momento certo para achar os 'gringos'.
- Observar o mercado sul-americano foi algo que aconteceu pela necessidade e pela oportunidade do momento. O torcedor e até a imprensa têm cobrado observações no mercado internacional - destacou.

Por: Globo Esportes