Esporte News

Bahia vence o Itabaiana na estreia da Copa do Nordeste: 3 a 2

O Bahia começou com pé direito na Copa do Nordeste.  O Tricolor bateu o Itabaiana por 3 a 2 no estádio de Pituaçu e largou na frente do grupo A. Os gols foram marcados por Diones, Fahel e Jeferson. Thiago Forlan e Eduardo descontaram para o Itabaiana, que saiu na frente do placar. Com o resultado, o Bahia fica na liderança do grupo com o mesmo número de pontos do Ceará, que venceu o ABC, mas com um maior número de gols marcados.

O público foi diminuto. Apenas 6.179 torcedores estiveram no estádio para acompanhar a partida. Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o ABC, em Natal, na quarta-feira, enquanto o Itabaiana recebe o Ceará, no interior de Sergipe. As duas partidas começam às 21h15 (horário de Brasília – 20h15 horário do Nordeste).

Itabaiana sai na frente, mas Bahia vira

O primeiro tempo começou com o Itabaiana mostrando que estava disposto a enfrentar o Bahia de igual para igual. A equipe sergipana tomou a iniciativa e em menos de dez minutos chegou ao seu objetivo. Diego Furlan fez grande jogada individual, passou por Titi e chutou com categoria para vencer Marcelo Lomba. O gol do Itabaiana acordou o Bahia. O Tricolor passou a criar jogadas, enquanto o Itabaiana se segurava no campo de defesa. A rápida reação tricolor culminou com o de Diones ao 21 minutos. Kleberson cruzou na área e Diones, livre de marcação, empurrou para o fundo das redes.

A virada do Bahia não demorou. Quatro minutos depois do gol de empate, Neto levantou na área, Diones escorou e Fahel virou a partida: Bahia 2 a 1. Em vantagem no placar, o Bahia tirou o pé e levou a partida para o intervalo em vantagem.

Bahia marca no começo e se segura no fim

O segundo tempo começou ainda mais veloz do que o primeiro. Logo aos 3 minutos, Jeferson fez jogada pela esquerda e chutou no canto de Sérvulo: Bahia 3 a 1. Com a vantagem ampliada, o Bahia levou o jogo no mesmo estilo dos minutos finais do primeiro tempo, com freixo de mão puxado.

Os treinadores tentaram mudar as equipes fazendo alterações, mas pouco mudou. A partida seguiu em ritmo lento. E assim, o Tricolor baiano conseguiu segurar o placar até os 34 minutos, quando Eduardo sofreu pênalti para o Itabaina. Ele mesmo bateu e diminui o placar. A equipe sergipana se animou com o gol, mas o Bahia conseguiu usar toda a experiência dos seus jogadores para segurar o resultado, mesmo com uma blitz sergipana nos minutos finais.

Por: Globo Esportes