Esporte News

Sub-20 do Vitória é homenageado

O time Sub-20 do Esporte Clube Vitória, campeão da primeira Copa do Brasil da categoria, foi recebido pelo governador Jaques Wagner nessa quarta-feira (19/12).

 O título nacional inédito foi celebrado com a entrega de uma placa comemorativa ao capitão da equipe, o volante Edson Magal.

 “É um momento importante para o futebol baiano, que se prepara para receber a Copa das Confederações e Copa do Mundo, que consegue depois de algum tempo colocar os dois principais times na primeira divisão e que fecha o ano com esse título, estão todos de parabéns”, disse Wagner.

 Durante o evento, o governador confirmou a liberação da primeira parcela de recursos de um convênio firmado entre o Governo do Estado e o Vitória para a realização de um projeto de inclusão social.

 Ao todo serão investidos R$ 11 milhões para construção de um colégio, campos de futebol e toda a estrutura para que as crianças que moram no entorno do Barradão possam estudar a praticar atividades esportivas. Serão atendidas 250 crianças por ano.

 “Esse título é muito importante para o futebol baiano e para esses atletas. Ele reafirma a tradição do Vitória de ter uma das melhores, e este ano, a melhor divisão de base do Brasil”, destacou o secretário de Comunicação, Robinson Almeida. Ele lembrou que este ano o clube ainda conseguiu o acesso à primeira divisão e realizou uma campanha de marketing associada à doação de sangue que chamou atenção internacional.

 “A campanha Meu Sangue é Rubro Negro elevou em 46% o volume de doação de sangue na fundação Hemoba com a mobilização da torcida. É um dos cases de sucesso do marketing esportivo e chamou a atenção do mundo para o Vitória e além do aspecto promocional, a ação expressou a responsabilidade social que uma empresa, uma organização e um clube de futebol devem cultivar”.

 Responsável por levantar o troféu o capitão da equipe, o volante Edson Magal revelou a dificuldade para conquistar o campeonato. “Lutamos três anos para chegar a um título nacional, enfrentamos grandes equipes em jogos difíceis, como o decisivo contra o Atlético, mas tudo deu certo e agora somos os melhores”.

Fonte: Tribuna da Bahia