Esporte News

Bahia empata com Atlético-MG e é eliminado da Copa do Brasil Sub-20


 Com direito a problema de iluminação no Pituaçu, que prejudicou muito a partida, Bahia e Atlético-MG empataram em 1 x 1 nesta noite de terça-feira, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil Sub-20. Com este resultado, a equipe atleticana se classificou à final da competição. Isso porque, no jogo de ida, em Minas Gerais, o alvinegro já havia vencido por 2 x 0. 
 
Agora, os mineiros vão esperar o vencedor de Grêmio e Vitória, que se encontram nesta quarta-feira, em Porto Alegre. O rubro-negro bateu os gaúchos no Barradão, no primeiro duelo, por 1 x 0.

Gol tricolor e muita confusão marcaram o primeiro tempo

Precisando reverter o quadro negativo, o Bahia partiu para cima do alvinegro mineiro desde o primeiro minuto de confronto e logo aos três teve sua primeira chance. Ryder recebeu bom passe dentro da área e bateu colocado, para a boa defesa do goleiro do Galo, Paulo Victor, que estava no meio do gol. 
 
E aos sete, depois de pressionar, o tricolor abriu o marcador. Após cruzamento da direita, a bola foi direto para o atacante Rafael Gladiador, que, sem jeito, colocou para o fundo das redes de Paulo Victor.
 
A partir daí, muita reclamação do Galo. Os jogadores atleticanos pediram ao árbitro Manoel Nunes Lopo Garrido a anulação do confronto, alegando que a falta de iluminação estava atrapalhando o duelo. E só após vinte minutos de paralisação a partida foi reiniciada.
 
Depois dessa volta, o Galo partiu com tudo para empatar. Aos nove, Carlos Alberto driblou dois zagueiros baianos e arriscou o chute da intermediária, exigindo uma linda defesa de Renan. 
 
Mantendo boa movimentação no ataque, o tricolor deu a resposta em seguida, aos 12. Em cobrança de lateral, Mádson colocou a bola dentro da área e Paulo Victor deu rebote nos pés de Fábio Gama, que bateu, mas o goleiro mineiro conseguiu se recuperar.
 
Explorando rápidos contra-ataques, o tricolor chegou com perigo novamente aos 21. Anderson Talisca, de falta, cobrou com categoria, tirando tinta da trave de Paulo Victor, que só ficou observando. 
 
O troco atleticano foi na mesma moeda, quatro minutos depois. Roger cobrou falta no ângulo, mas Renan se esticou todo e conseguiu evitar o empate.

Galo empata e fica com a vaga na final

O primeiro grande lance do segundo tempo aconteceu aos sete minutos. Após vacilo da defesa mineira, a bola chegou para Ryder, que não conseguiu alcançar para concluir em gol. O goleiro Paulo Victor interceptou bem. 
 
Já aos 11, o Galo deu a resposta. O atacante recebeu belo lançamento dentro da área, na marca do pênalti, e errou o chute. 
 
Melhor taticamente, o alvinegro empatou aos 16. O camisa 10 Paulinho, da intermediária, bateu bonito, no ângulo de Renan, que não conseguiu salvar o tricolor.
 
Na base do desespero, precisando marcar três gols para se classificacar, os mandantes partiram com tudo ao ataque e aos 30 ficaram perto do segundo. Ryder fez ótimo lance pela direita e cruzou para Rafael testar firme, para a boa defesa de Paulo Victor.
 
O Galo deu a resposta no minuto seguinte. Henrique foi lançado dentro da grande área, driblou o zagueiro tricolor e soltou a bomba, acertando a trave de Renan. 
 
E antes de terminar o confronto, aos 37, os visitantes criaram mais uma grande chance. Henrique roubou a bola da defesa baiana, penetrou na área e bateu forte, por cima do gol de Renan. 

Fonte: Bahia Noticias