Esporte News

Uelliton não jogará mais pelo Vitória

O contrato seria até o final deste ano, porém, após dez temporadas no Vitória, o volante Uelliton, revelado nas divisões de base do clube, ganhou férias antecipadas e não veste mais as cores rubro-negras. E quem confirmou isso foi o próprio atleta, que fez questão de colocar a culpa no diretor de futebol Raimundo Queiroz após ser proibido de treinar nesta tarde.

- Não vim para cá a passeio, vim para treinar normalmente com o grupo. Só não vou treinar hoje por causa do dono do Vitória, o Raimundo Queiroz. Quando cheguei aqui na Toca do Leão, ele pediu que eu fosse até a sala dele. Acabei sendo pego de surpresa e nem quis conversar com ele. Preferi conversar com o Mario Silva [supervisor do clube], que conheço há dez anos. Não converso com o Raimundo Queiroz. Não quero nem saber dele – afirmou.

De acordo com o jogador, Queiroz o jogou contra a torcida, que o ameaçou nos últimos meses.

- Tenho dez anos no clube, mas não me respeitaram. Disseram que eu estava negociando um prêmio de R$5 milhões para subir. Que tinha panelinha e ninguém gostava de mim aqui dentro. Foi o próprio Raimundo Queiroz que falou isso. Nem participei da reunião para definir a premiação. O diretor não tem caráter. Chegou nas rádios e falou mal de mim. Acho que meu ciclo no Vitória acabou. Amo muito o Vitória, mas para mim acabou. O torcedor me ameaçou. A partir do momento que ameaça a família, é melhor ir para outro lugar – falou.

Para o atleta, sua renovação só não aconteceu por causa do dirigente, apesar do interesse do presidente Alexi Portela na sua permanência.

- Tenho contrato com o Vitória até o final de 2012. O presidente do clube, Alexi Portela, tinha interesse em renovar. Ele pediu para o Queiroz renovar e ele não teve o interesse. E se não tem interesse então é melhor sair do clube.

Por: Bahia Notícias