Esporte News

Bahia supera a Lusa e respira aliviado

O veterano Dida falhou, e Souza não perdoou. Em sua única oportunidade no segundo tempo, o Caveirão decretou o triunfo por 1 a 0 do Bahia sobre a Portuguesa, no Canindé, em um resultado de suma importância na luta do Tricolor contra o rebaixamento.
 
Com o resultado, o Bahia igualou a própria Portuguesa em 40 pontos, mantendo a distância de quatro para o Sport, que goleou o Vasco por 3 a 0 e foi a 36. De quebra, o Bahia quebrou um jejum de um mês sem vencer no Brasileirão. O último triunfo havia sido no dia 30 de setembro, sobre o Botafogo.


No próximo domingo, o Bahia volta a jogar fora de casa: vai ao Independência pegar o Cruzeiro, que está mordido com a goleada por 4 a 0 sofrida para o Santos em casa. Já a Portuguesa vai ao Engenhão no sábado encarar o Botafogo.
 
 
O Bahia começou a todo vapor. Logo aos 4min, Souza mandou a bola no barbante, mas o gol foi anulado porque o atacante fez falta sobre o zagueiro da Lusa antes de completar o cruzamento.
 
 
A resposta da Lusa veio aos 12min, quando Bruno Mineiro mandou de frente para o gol, mas Lomba salvou o Tricolor.
 
 
Aos 23min, o Bahia voltou a levar perigo, em chuite e Gabriel que obrigou o goleiro Dida a mandar a bola para escanteio.
 
 
E aos 34min, Bruno Mineiro teve a última chance de abrir o placar no primeiro tempo, mas errou a finalização após cruzamento de Ananias.
 
 
As duas equipes voltaram para a etapa final com as mesmas formações do primeiro tempo. E logo aos 6min a Lusa quase abriu o placar: Ananias escapou livre, passou por Marcelo Lomba e foi derrubado na área por Jussandro, mas o árbitro mandou seguir, para sorte do Tricolor.
 
 
Aos 17min, Jorginho trocou Jones Carioca por Elias, numa tentativa de dar mais força ao ataque. Mas foi a Lusa quem quase marcou de novo, aos 22min: Léo Silva bateu cruzado, Bruno Mineiro se atirou na bola e por pouco não conseguiu completar para o gol.
 
 
Aos 32min, aconteceu o inesperado: o veterano Dida bateu roupa em chute de Diones e Souza aproveitou o rebote para abrir contagem. O Bahia ainda teve perdeu uma chance incrível com Elias, mas não fez falta.
 
 
PORTUGUESA 0 x 1 BAHIA
Data: 04/11/12 (Domingo)
Local: Canindé, em São Paulo
Arbitro: Ricardo Marques
Cartões amarelos: Moisés (P); Diones e Jussandro (B)
Renda: R$ 115.150
Público: 4.340 pagantes
Gol: Souza, aos 32min da etapa final
 
 
Bahia
Marcelo Lomba, Neto, Lucas Fonseca, Titi e Jussandro (Fabinho); Fahel, Diones e Hélder; Gabriel, Jones (Elias) e Souza.
Técnico: Jorginho
 
 
Portuguesa
Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e M. Cordeiro (Rodriguinho); Ferdinando (Everton), Léo Silva (Willian Xavier), Boquita e Moisés; Ananias e Bruno Mineiro.
Técnico: Geninho

 
Por: Galaticos