Esporte News

Bahia estreia na Sul-Americana hoje

Depois de 23 anos, desde a conquista do título do Campeonato Brasileiro de 1988, o Bahia volta a disputar uma competição internacional, a Copa Sul-Americana. 

A primeira etapa da competição é entre clubes brasileiros, e o São Paulo, hoje à noite no Estádio do Parque de Pituaçu, é o grande desafio do time do técnico Caio Júnior para mostrar a força, o futebol e amotivação  que vão tirar o tricolor baiano das últimas colocações da Série A.
A primeira fase é disputada por jogos de ida e volta, eliminatórios. 

Por isso, o Bahia tem que voltar a vencer em casa, no Estádio Governador Roberto Santos, fazer o resultado, para administrar o jogo de volta, dia 21 de agosto, no Estádio do Morumbí, em São Paulo e se classificar para a próxima fase, formando um grupo ao lado do Nacional do Uruguai, do Monáguas da Venezuela, um representante do Chile e outro do Equador.
 
É a chance dos comandados do técnico Caio Júnior provarem que o time do Bahia está em plena evolução, a dois jogos sem sofrer gols, contra o Palmeiras, atual campeão da Copa do Brasil, e Corinthians, campeão da Taça Libertadores da América, pela Série A. O técnico Caio Júnior ainda não conta com uma Série de jogadores, mas tem a volta do artilheiro Souza, que realmente faz a diferença no comando de ataque do tricolor baiano.
 
Além disso, o Bahia defende no jogo desta noite em Pituaçu, um tabu de 41 anos sem derrotas para o São Paulo, jogando em Salvador. O time baiano, inclusive, leva vantagem nas estatísticas dos jogos entre os dois clube, com 11 triunfos contra 10 do adversário paulista, e 11 empates. Jogando em Salvador, o Tricolor sofreu a última derrota em 1971.
 
O Bahia fez este ano sete partidas dentro de casa, no Estádio de Pituaçu, pela Série A, e venceu apenas uma contra o Sport, por 2 a 1. De lá para cá foram quatro jogos e nenhum triunfo. Ciente do baixo rendimento em Salvador, o técnico Caio Júnior revelou uma conversa que teve com os jogadores e pediu uma nova postura diante da torcida.
 
“Nós temos a responsabilidade de buscar o placar ou de pelo menos conseguir uma vantagem boa para o segundo jogo. O Bahia tem um tempo sem vencer em casa e já chegou a hora de vencer. Pela torcida que nós temos o nosso time precisa ter outra postura, pressionar em casa”, disse o treinador.
 
Caio Júnior aposta em  mudanças
 
Com a maratona de jogos na Série A do Campeonato Brasileiro e o início da disputa da Copa Sulamericana, o técnico Caio Júnior decidiu poupar alguns jogadores para o jogo contra o São Paulo, hoje à noite, pela competição continental. Fabinho vai ficar de fora do jogo em Pituaçu.
 
Outro que poderá desfalcar o Bahia é o lateral Ávine, que terá sua situação analisada pelo departamento médico do clube juntamente com o treinador.
 
Com a decisão de poupar Fabinho e sem a presença de Ávine, o treinador comandou o último coletivo no Fazendão.
 
Caio Júnior manteve o mesmo time que empatou com o Corinthians no último domingo, pela Série A do Brasileiro, com a exceção de Gerley, que apareceu no lugar de Ávine, de Diones, que substituiu Fabinho e de Vítor Lemos, que treinou na vaga de Fahel, que foi liberado pelo clube para ir ao Rio de Janeiro resolver problemas pessoais, mas não deve ser problema para a partida de hoje em Pituaçu.
 
 
Fonte: Tribuna da Bahia