Esporte News

Vitória 0 X 0 São Caetano

Para o Vitória, a partida tinha um gosto especial. Seria a chance de vingar o último duelo entre as equipes, quando o time paulista venceu e prejudicou o time baiano nas pretensões de voltar à elite do futebol brasileiro na temporada passada. Para o São Caetano, que não perde há doze jogos, a partida desta terça-feira (31) poderia significar uma vaga no G4. Nada para nenhum dos dois. As duas equipes não tiveram uma noite inspirada e ficaram apenas no 0 a 0, em jogo válido pela 14ª rodada da Série B, no Estádio Anacleto Campanella. Seis pontos à frente do quinto colocado, São Caetano, o Vitória na próxima sexta-feira (3), às 21h, contra o Bragantino, no Barradão.

Leão começa bem


O Vitória chegou bem aos 9 minutos. Nino Paraíba arrancou pelo lado direito e cruzou para grande área. Antes de Leílson, dentro da pequena área, o zagueiro Wagner afastou a bola para escanteio. Quatro minutos depois, o rubro-negro baiano chegou com muito perigo, mais uma vez. Neto Baiano dominou a bola dentro da área e rolou de calcanhar para Marquinhos. O atacante, de frente para o gol, bateu errado e desperdiçou uma excelente oportunidade. Só dava Vitória no jogo. Aos 19, Marquinhos chutou de fora e o zagueiro Gabriel travou no momento da finalização. O chute, que tinha direção do gol, saiu pela linha de fundo.
 
Jogo fraco tecnicamente
 
 
O São Caetano, invicto há onze partidas, não conseguiu nos primeiros vinte minutos assustar. Pouco objetivo, o time da casa não levou perigo ao gol de Deola. Apenas dois chutes de fora que passaram por cima da meta. Muito discretamente, o azulão só criou uma chance quase aos 30 minutos. Diego Côrrea apareceu na grande área como homem surpresa e cabeceou para fora. As duas equipes, que já não estavam fazendo um bom primeiro tempo, caíram ainda mais no quesito qualidade. O jogo ficou truncado, com muitos passes errados e raros lances de criação. Aos 41, Samuel Santos cruzou na grande área e encontrou Leandrão. O centroavante dominou no peito e tentou um vôleio, que passou por cima do gol. Nos últimos minutos da primeira etapa, o volante Michel, do Vitória, e o meia Marcelo Costa, do Sâo Caetano, arriscaram de fora mas os arremates foram facilmente defendidos pelos goleiros. O arqueiro do time da casa, aos 47, trabalhou mais uma vez. Neto Baiano bateu falta e o camisa 1, no cantinho, espalmou para escanteio.
 
São Caetano fica com dez
 
 
Com um minuto, o São Caetano quase abriu placar. Éder bateu falta com categoria e a bola passou muito perto do poste direito da meta de Deola. Apesar do susto inicial, o Vitória criou a melhor chance de gol da partida aos 7 minutos. Marquinhos puxou contra-ataque pelo lado direito e inverteu a jogada. De esquerda, Leílson pegou de primeira e o goleiro Luiz fez uma linda defesa com os pés, evitando o que seria o primeiro gol da partida. Não demorou muito para o time baiano chegar mais uma vez no ataque. Aos 11, o volante Uelliton soltou uma bomba e o arqueiro espalmou para escanteio. O ritmo da partida era bem diferente dos primeiros quarenta e cinco minutos. Aos 13, o meia Éder completou o cruzamento feito por Samuel Santos, mas o corte de Gabriel Paulista afastou o perigo para linha de fundo. Dois minutos depois as coisas ficaram mais complicadas para os donos da casa. O zagueiro Wagner fez falta em Pedro Ken, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.
 
 
Carpegiani, em função da superioridade numérica, botou o time para frente. Tirou o volante Michel e colocou o atacante Marcelo Nicácio. Mesmo com dez em campo, o azulão chegou bem aos 25. Marcelo Costa recebeu lançamento nas costa de Dankler, mas o chute saiu muito fraco nas mãos de Deola. O Vitória respondeu imediatamente. Aos 26, Leílson fez boa jogada pela esquerdo e tocou para área. Marcelo Nicácio dominou, girou e bateu no meio do gol, em cima de Luiz. O rubro-negro mesmo com um jogador a mais não conseguia aproveitar os espaços. Pelo contrário. Caiu e produção e permitiu os contra-ataques. Aos 39, Somália recebeu na área e bateu para boa uma defesa segura de Deola. No final da partida, as duas equipes estiveram bem próximas de marcar. Aos 43, Marquinhos arriscou e a bola passou rente à trave. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, o São Caetano assustou. O zagueiro Gabriel apareceu sozinho e testou por cima do gol.
 
FICHA TÉCNICA
SÉRIE B
São Caetano x Vitória
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano (SP).
Data: Terça-feira, 30 de julho.
Árbitro: Anderson Daronco (CBF/RS).
Assistentes: João L Monteiro de Souza Jr. (CBF/RS) e José A Chaves Franco Filho (CBF/RS).
Gols:
Cartões amarelos: Moradei (São Caetano) / Victor Ramos e Uelliton (Vitória)
Cartão vermelho: Wagner (São Caetano)
 
São Caetano: Luiz; Samuel, Gabriel, Vagner e Diego; Augusto Recife, Moradei, Éder (Pedro Carmona) e Marcelo Costa; Geovane (Eli Sabiá) e Leandrão (Somália). Técnico: Sérgio Guedes.
 
 
Vitória: Deola; Nino Paraíba, Dankler, Victor Ramos (Léo) e Gabriel Paulista; Uelliton, Michel (Marcelo Nicácio), Pedro Ken e Leílson; Marquinhos e Neto Baiano (Tartá). Técnico: Paulo César Carpegiani.
 
 
Fonte: Bahia Notícias