Esporte News

Vitória time covarde cede virada do Goiás

Um jogo lamentável. Nada mais pode descrever a atuação do Vitória neste sábado, 23, em Goiânia, pela 7ª rodada da Série B. Após surpreender o Goiás com três gols em vinte minutos, a equipe rubro-negra se acovardou em campo e permitiu a virada no segundo tempo: 4 a 3 para o Esmeraldino, resultado que, por ora, não custou a vaga do Leão no G-4.


Beneficiado pela apatia adversária no início do jogo, o Vitória foi logo marcando três gols: Marquinhos, aos 13 minutos, e Neto Baiano, duas vezes, aos 19 e 20. Pressionado pela revolta da torcida, o Goiás resolveu acordar e partiu para cima com tudo o que tinha. David diminuiu ainda no primeiro tempo, aos 32 minutos.


Na etapa complementar, a partida começou a ganhar traços de uma autêntica tragédia rubro-negra. Fora a atuação covarde, Carpegiani ainda perdeu Marquinhos, mais uma vez lesionado, e substituiu Neto Baiano por Dinei sem nenhum motivo aparente. O atacante, mais tarde, sofreria uma lesão e deixaria o Leão com um homem a menos em campo, pois seu comandante já havia realizado as três alterações que tinha direito.


O Goiás, então, tratou de garantir que a covardia do Vitória não passasse em branco. Ricardo Goulart, aos 21 minutos, e Renan Oliveira, aos 31, puniram os rubro-negros com o empate. Para encerrar a patifaria deste sábado, o árbitro Leandro Vuaden viu pênalti num lance entre Victor Ramos e Felipe Azevedo, aos 41 minutos. Rafael Tolói, então, deu números finais à virada Esmeraldina.


Apesar da derrota, o Vitória continua no G-4 da Série B, com 13 pontos, na quarta posição. O problema é que o Criciúma, novo líder do certame, foi à 18 pontos, abrindo uma vantagem considerável para o Leão. América-RN e América-MG completam a zona de acesso, ambos com 16 pontos.


De quebra, Avaí, São Caetano, Paraná, Joinville e o próprio Goiás encostaram no rubro-negro, todos com 11 pontos. O próximo desafio da equipe de Paulo César Carpegiani na Série B será diante do Avaí, no próximo sábado, 30, às 16h20, no Estádio do Barradão.


Goiás 4 x 3 Vitória - 7ª rodada da Série B 2012.

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).
Data: Sábado, 23 de junho.
Horário: 16h20.

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS).
Assistentes: José Eduardo Calza (CBF/RS) e João Monteiro de Souza (CBF/RS).

Gols: David (aos 32 minutos do primeiro tempo), Ricardo Goulart (aos 21 minutos do segundo tempo), Renan Oliveira (aos 31 minutos do segundo tempo) e Rafael Tolói (de pênalti, aos 41 minutos do segundo tempo) para o Goiás; Marquinhos (aos 13 minutos do primeiro tempo) e Neto Baiano (duas vezes, aos 19 e aos 20 minutos do primeiro tempo) para o Vitória.

Cartões amarelos: Ananias e Léo (Vitória).

Cartão vermelho: Léo (Vitória).

Goiás: Harlei; Vítor, Ernando (Renan Oliveira), Rafael Toloi e Egídio (Ramon); Amaral, Thiago Mendes, David e Ricardo Goulart; Felipe Amorim e Júnior Viçosa (Iarley). Técnico: Enderson Moreira.

Vitória: Renan; Léo, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Wellington Saci; Ananias, Rodrigo Mancha, Pedro Ken (Reniê) e Tartá; Marquinhos (Eduardo Ramos) e Neto Baiano (Dinei). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Por: Atarde