Esporte News

Não tem problemas com Falcão

Bahia não tem problemas com o técnico Paulo Roberto Falcão. Temos um planejamento em curso, e sem chances de qualquer acordo que signifique sua saída. No futebol já vimos muita coisa, de tudo, mas acredito que o próprio Falcão não vai aceitar deixar o Bahia neste momento”.

Desta forma, bem objetivo, o presidente do Bahia respondeu à pergunta da imprensa diante da possibilidade do São Paulo, que ontem afastou o técnico Emerson Leão, investir na contratação do técnico Paulo Roberto Falcão.

O dirigente, também falando pelo Gestor de Futebol, disse que o clube não tem conhecimento de qualquer tipo de contato com o treinador neste sentido, mas reafirmou que o tricolor está satisfeito com o seu trabalho.
“Temos um contato direto com Falcão. Estou satisfeito com seu trabalho e entendo que é preciso seguir, dar sequência ao seu trabalho no clube, e por isso eu espero que nosso treinador permaneça o maior tempo possível no comando da equipe, coloque em prática o planejamento elaborado por todos, que transforme o Bahia num time forte e vencedor”, completou o presidente.
Marcelo Guimarães Filho confirmou o adiamento da apresentação do meia Kléberson, que estava marcada para ontem, pela manhã.

O jogador não chegou a um acordo final com o Flamengo na sua rescisão contratual com o clube carioca, tem dinheiro atrasado a receber e quer garantias para trocar o Mengo pelo Bahia, onde já tem tudo acertado, faltando apenas o tempo de duração do contrato, que será acertando com a sua vinda a Salvador.
O Bahia está procurando um jogador para a lateral-direita, diante da lesão de joelho de Coelho, que ficará uns 60 dias fora dos jogos pela Série A. O presidente disse que tem interesse em Fagner, do Vasco da Gama, mas admitiu que é muito difícil porque ele faz parte do grupo do técnico Cristóvão e não acredita na sua liberação para o tricolor.
Com relação ao atacante Zé Eduardo, ex-Santos, que estava no futebol italiano, conhecido como “Zé Love”, Marcelo Guimarães Filho definiu como “morna” o clima das negociações com o jogador, que tem outras propostas do futebol brasileiro, como Cruzeiro de Minas Gerais e Sport de Recife. Mas não afastou a possibilidade de investir no artilheiro que tem salários acima de R$ 100 mil, e está voltando para jogar no futebol brasileiro.
 
Fonte: Tribuna da Bahia