Esporte News

Vitória garante que não sai ninguém


Mas não basta apenas apontar os erros. O Vitória não tem tempo para “juntar os cacos” e lamentar a perda do título Estadual de 2012. Amanhã o time volta ao Estádio Manoel Barradas para encarar uma outra decisão no jogo contra o Coritiba, campeão paranaense, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, e logo depois a delegação do rubro-negra viaja para São Paulo para enfrentar o Grêmio Barueri, sábado à tarde, às 16h20, na capital paulista, pela estreia da Série B do Campeonato Brasileiro.

As informações do Departamento de Futebol do Vitória são de que nada será modificado em consequência da perda do título do Campeonato Baiano, “na base da emoção”.

Com isso, o técnico Ricardo Silva está mantido no cargo, é o treinador do time na Copa do Brasil e Série B do Campeonato Brasileiro, e mesmo tendo falhado na decisão do título, o goleiro Douglas deve ser o titular no jogo de amanhã contra o Coritiba, no Barradão.
Num ambiente de muita tristeza, os jogadores do Vitória se reapresentaram ontem à tarde no CT da Toca do Leão, para revisão médica geral e reinício de atividades. O clube desistiu da contratação do volante Carlos e do atacante João Neto, do Bahia de Feira, que deveriam ser apresentados ontem.

Mas o meia-atacante Eduardo Ramos, ex-Náutico, e o lateral-direito Carlinhos, ex-São Domingos de Sergipe, estão sendo integrados ao grupo, embora nenhum dos dois possa jogar a Copa Brasil pelo time baiano, porque defenderam seus ex-clubes na competição nacional da CBF.
Para este jogo contra o Coritiba o Vitória tem graves problemas a superar e colocar em campo um time competitivo. Com suspeita de lesão no menisco, o lateral-direito Romário, substituído no primeiro tempo do clássico, será mais um desfalque do jogo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Romário foi avaliado no vestiário pelo médico Rodrigo Vasco da Gama.
Além de Romário, o time rubro-negro não terá o volante Uelliton, suspenso pela 3ª advertência do cartão amarelo, e o meia Pedro Ken, expulso na vitória de virada diante do Botafogo, por 2 a 1, quarta-feira, no Rio, resultado que classificou o time para as quartas de final.
Como o lateral-direito Léo também se machucou diante do Botafogo - sofreu uma luxação acrómio-clavicular grau um. O técnico Ricardo Silva deve lançar mão do bicampeão Sub-20 Dimas.
Neto diz que fica: Alvo de especulação sobre uma possível ida para o Fazendão, o artilheiro do Brasil Neto Baiano negou, em entrevista coletiva na tarde de ontem no CT da Toca do Leão, qualquer possibilidade de deixar o clube.
“Respeito o presidente do Bahia, mas eu gosto muito do Vitória, quero encerrar minha carreira aqui e ir para o Bahia é muito difícil de acontecer”, enfatizou o artilheiro do Brasil.
Questionado sobre a perda do título, Neto Baiano parabenizou o adversário e falou da tristeza em perder o título. Para ele, mesmo com a derrota, o grupo continua unido, e bem composto apesar dos desfalques e que agora o foco será a Copa do Brasil e o Brasileirão da Série B.
“É triste perder um título, mais difícil ainda por tudo que fizemos e do jeito que jogamos. Fizemos Pituaçu silenciar quando estávamos na frente no placar e isso nunca tinha acontecido com a torcida do Bahia, que grita do inicio ao fim de uma partida”, falou Neto, que também parabenizou a torcida rubro-negra que não abandonou o time.
 
Fonte; Tribuna da Bahia