Esporte News

Hoje sai o Campeão Baiano 2012

É a final de campeonato baiano mais esperada dos últimos anos. Primeiro porque, depois de onze anos, o Bahia volta a ter vantagem em uma final de estadual e nunca esteve tão perto de acabar com o tabu. Depois de ser vice em 2010 contra o Bahia de Feira, o Vitória quer manter a hegemonia e estabelecer mais um ano de jejum ao rival. Fora isso, a cidade está em polvorosa, à espera do clássico mais importante do Norte-Nordeste.

Neste domingo (13), Dia das Mães, Bahia e Vitória entram em campo, em Pituaçu, para definir quem será o campeão baiano 2012. Dono da melhor campanha até então, o Tricolor garantiu a vantagem de jogar pelo empate, mas o técnico Falcão já avisou que seus comandados vão entrar em campo para vencer a partida. "Não tem essa de jogar com o regulamento. Estamos nos preparando para vencer a partida", disse o treinador.

O último título baiano conquistado pelo Bahia foi ainda em 2001, em cima do Juazeiro. De lá para cá, o time azul vermelho e branco assistiu ao seu maior rival levar oito canecos para casa - outros dois títulos foram conquistados pelo Colo Colo, de Ilhéus, e Bahia de Feira. A motivação, portanto, é o combustível para os jogadores. "Vamos conquistar esse caneco nem que a gente tenha que suar sangue", disse o atacante Souza.

Bahia pronto para o duelo

O técnico Falcão está com o time pronto e definido para o jogo. Mesmo voltando de suspensão, o contestado Gerley perde a vaga para Hélder na esquerda, onde ele joga improvisado. Diones e Fabinho compõem a marcação no meio-campo por opção do treinador - Fahel fica no banco. No meio, Morais e Lulinha devem jogar ao lado de Gabriel e Souza. O Caveirão, artilheiro do Bahia na temporada, volta após ter sido poupado contra a Lusa. O jogo selou a classificação tricolor às quartas da Copa do Brasil.

A motivação não é menor no Vitória. Tudo bem que o Leão não aproveitou o fator campo e apenas empatou o BaVi do Barradão, mas o triunfo contra o Botafogo, na quarta, em pleno Engenhão, era o gás que os rubro-negros precisavam. "Vamos entrar para vencer o jogo na casa deles e levantar esse caneco em Pituaçu. Está tudo aberto", disse o técnico Ricardo Silva. Ele continua como interino, mas se vencer o Bahia em Pituaçu, tudo indica que será o técnico do Vitória efetivo para a Série B.

Escalação do Vitória só em Pituaçu

Sobre o time, muito mistério. Logo na zaga, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Rodrigo brigam por duas vagas, mas os dois primeiros saem na frente. No meio, Rodrigo Mancha entra na vaga do suspenso Michel. Na direita, Romário toma a vaga de Léo, machucado. A grande dúvida é no setor ofensivo. Em má fase, Geovanni deve perder a vaga, mas Ricardo Silva ainda não sabe se opta por Marquinhos ou Dinei. Tartá está garantido no time, assim como Neto Baiano, artilheiro do Baianão 2012 e do Brasil.

Sabendo da necessidade de vencer a partida, diferente de anos anteriores, quando o Leão tinha a vantagem em decisões contra o Bahia, o técnico Ricardo Silva diz como seu time vai entrar em campo. "O Vitória vai entrar em campo sabendo o que quer. É acreditar até o fim. O Vitória está vivo e vamos lá para apresentar um grande futebol". Para dar um gostinho a mais, o Leão comemora 113 anos neste domingo. Não tem maior presente do que ser campeão em cima do rival.

Bahia x Vitória - Final do Campeonato Baiano 2012
Data 13/05/2012 (domingo), às 16h
Local: estádio de Pituaçu, em Salvador
Arbitragem: Wilson Luiz Seneme (Fifa/MG), auxiliado por Márcio Eustáquio (Fifa/MG) e Rodrigo Pereira (Fifa/RJ)

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Titi, Rafael Donato e Hélder; Fabinho, Diones, Morais, Gabriel e Lulinha; Souza. Técnico - Falcão.

Vitória: Douglas; Romário, Victor Ramos, Gabriel e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha (Mineiro), Pedro Ken e Tartá; Marquinhos (Dinei) e Neto Baiano. Técnico - Ricardo Silva.

Fonte; Ibahia