Esporte News

É preciso fazer gols

Euvaldo José de Aguiar Neto, baiano da cidade de Ituaçu, que em 9 de setembro comemora seus 30 anos de idade, tem tudo para escrever, com letras de ouro, seu nome na história do Esporte Clube Vitória. Só com os gols de Neto Bai-ano, como é conhecido no mundo do futebol o principal artilheiro do Brasil neste início de ano, o rubro-negro baiano se classifica para as quartas de final da Copa do Brasil, e conquista o título de campeão baiano de 2012.

É claro que o Vitória não se resume apenas aos gols do artilheiro Neto Baiano. Mas quase a metade. Dos 57 gols marcados pelo rubro-negro nos jogos pelas fases classificatória e semifinal, 25 foram de autoria do goleador, e muitos outros em assistência do atacante, que, com os jogos da Copa do Brasil, chega aos 29 gols neste início de ano.

Logo após o término do primeiro clássico decisivo, domingo, no Barradão, o técnico Ricardo Silva resumiu numa fórmula simples a situação do Vitória para os jogos contra o Botafogo, amanhã à noite, no Rio de Janeiro, no Estádio Engenhão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e de domingo, contra o Bahia, na decisão do título do Campeonato Baiano, em Pituaçu: “dois jogos, dois gols, é o que precisamos, de dois gols”.

Ex-jogador do Botafogo do Rio, o técnico do Vitória aproveitou a reapresentação do grupo, ontem à tarde, no CT da Toca do Leão, para lembrar que a derrota do adversário carioca para o Fluminense, domingo passado, não facilita em nada o objetivo de classificação do time baiano para as quartas de final da Copa do Brasil, no Rio de Janeiro.

“Sabemos que o Botafogo perdeu de 4 a 1, mas quarta-feira é outra competição. Vamos procurar fazer um gol. Precisamos fazer gols. Essa é a hora de mostrarmos que somos grandes.

É nessa hora que o jogadores têm que aparecer. Tenho certeza de que vamos fazer um grande jogo”, prometeu Ricardo Silva, que fará modificações na equipe que empatou o clássico Ba-Vi. A partida entre Botafogo e Vitória, em Salvador, teve o resultado de 1 a 1.

Com isso, o time carioca joga por um empate sem gols para avançar na Copa do Brasil. Já o Vitória se classifica em caso de empate por dois ou mais gols. Outro empate pelo placar de 1 a 1 leva a decisão para a cobrança dos pênaltis. Quem vencer a partida avança para pegar o Coritiba nas quartas de final.
 
Informações; Tribuna da Bahia