Esporte News

Feirense bate Vitória e abre vantagem

Por conta de uma estratégia demasiadamente defensiva, o Vitória foi castigado e perdeu a vantagem nas semifinais do Campeonato Baiano. Neste domingo, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim, o Leão foi derrotado pelo Feirense por 1 a 0 e agora precisa vencer o jogo de volta, no Barradão, no próximo domingo (29).

O primeiro tempo de jogo foi bastante cadenciado com poucas oportunidades de gol de ambos os lados. O forte calor no norte do estado contribuiu para a baixa produção ofensiva. Com Neto Baiano bastante isolado, o goleiro Naldo não era ameaçado.
Aos 25 minutos de jogo, o Feirense pediu pênalti em lance de suposta carga de Léo em Ermínio, mas Manoel Lopo Garrido fez vista grossa. Aos 26, a melhor chance Rubro-negra. Falta de entrada da área e Lúcio Flávio exigiu boa defesa de Naldo. A última boa chance da primeira etapa foi do Feirense aos 38. Danilo Cruz invadiu a área e bateu alto, mas Renan defendeu.

As equipes voltaram para a segunda etapa sem alterações e o Vitória quase marcou aos 6 minutos. Lúcio Flávio cobrou falta com veneno, a bola tocou no gramado e o goleiro Naldo fez uma defesa esquisita, com a cabeça. Com pouca mobilidade no meio-campo o técnico Ricardo Silva colocou Arthur Maia no lugar de Lúcio Flávio, aos 16 minutos.

Aos 24 minutos, Neto Baiano roubou a bola no campo de ataque e arriscou de fora. A escolha do atacante foi criticada pelos companheiros pois Rildo passava livre e pedia o passe. Ricardo Silva colocou Tartá no lugar de Rildo e o técnico do Feirense, Ednaldo Oliveira, colocou o atacante Jaiminho e foi pra cima do Leão.

Acuado em campo, o Vitória só voltou a ameaçar o goleiro Naldo com Arthur Maia, que chutou para grande defesa de Naldo, no alto, aos 33 minutos. O Feirense era só pressão e a bola mantinha-se no campo de defesa do Vitória. Aos 37 minutos, Cleiton, que tinha acabado de entrar, ficou cara a cara com Renan, mas o chute saiu totalmente equivocado e a equipe da casa perdia a melhor chance da partida até então. Aos 39, novamente Cleiton finalizou, mas, desta vez, o chute forte parou na grande defesa de Renan.

A ofensividade e a insistência do Feirense foram premiadas aos 43 minutos. Em jogada bem tramada pela esquerda, a bola caiu mais uma vez nos pés de Cleiton. Dentro da área e com liberdade, o jogador bateu cruzado e venceu Renan: 1 a 0.

Ficha Técnica:
Feirense (1): Naldo; Ângelo, Mota, Alysson e Reivan; Baiano, Ananias, Ermínio e André Cabeça (Jaiminho); Danilo Cruz (Tite) e Paulinho (Cleiton). Técnico: Ednaldo Oliveira.

Vitória (0): Renan; Léo, Victor Ramos, Dankler e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken (Dinei) e Lúcio Flávio (Arthur Maia); Rildo (Tartá) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

Local: Estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim (BA)

Data: 22/04/2012, (domingo)

Horário: 16h

Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido (BA)

Assistentes:
Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Gol: Cleiton, aos 43 minutos do segundo tempo.

Cartões Amarelos: André Cabeça e Mota (Feirense) e Victor Ramos (Vitória).

Fonte: Arena