Esporte News

Vitória esclarece "o caso Ramirez"

A diretoria do Vitória se pronunciou neste sábado para esclarecer todo o imbróglio envolvendo o volante Ramirez. O jogador, que assinou com o Náutico novamente e ficará no clube pernambucano, entrou na Justiça contra o rubro-negro, alegando atraso no pagamento de salários ou recolhimento de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o que foi desmentido pelos baianos.

Confira a nota oficial:

Tendo em vista informações deturpadas veiculadas na imprensa, o Esporte Clube Vitória vem a público esclarecer que a liberação do atleta Ramires não decorreu de atraso no pagamento de salários ou recolhimento de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

O contrato do atleta terminou em 31 de dezembro de 2011 e ainda não foi julgado o pedido de prorrogação ajuizado perante à 31ª Vara do Trabalho, sendo essas as razões de sua liberação por decisão liminar que será objeto de medida judicial a ser adotada pelo clube nos próximos dias.

 
O pedido de liberação, sob a alegação de atraso de pagamento e recolhimento de FGTS, ajuizado em janeiro de 2011 foi julgado improcedente pela Vara do Trabalho e pelo Tribunal Regional do Trabalho, que reconheceram o cumprimento pelo EC Vitória de todas as obrigações trabalhistas relativas ao atleta.


Por: Bahia Notícias