Esporte News

Vitória bate Camaça e salta para segundo

Neto fez mais dois
Na tarde deste domingo, 11, no Estádio Armando Oliveira, em sua melhor partida no Campeonato Baiano 2012, o Vitória não tomou conhecimento do Camaçari e chegou ao seu segundo triunfo consecutivo na competição: 4 a 1.


O resultado fez o rubro-negro saltar para a segunda colocação, agora com 26 pontos ganhos, um a mais que o Bahia de Feira, que caiu para a quarta posição após empatar sem gols com o Atlético. O Feirense venceu o rival Fluminense e, também com 26, agora é o terceiro.

No primeiro tempo do jogo, Neto Baiano deixou o Vitória na frente com dois tentos e chegou ao seu 16º na temporada. Gabriel e Mineiro ampliaram o marcador na etapa final. Em cobrança de falta no último minuto, Maicon descontou para o time da casa.

Criticado por insistir desde o começo da temporada com o meia Lúcio Flávio na escalação, desta vez Cerezo deu o braço a torcer e montou um meio campo mais dinâmico, cujos responsáveis diretos pelas melhores jogadas da equipe rubro-negra foram Pedro Ken e Geovanni. Uelliton também retornou à equipe e, em parceria com Michel, protegeu bem a zaga.


O atacante Marquinhos e o zagueiro Gabriel saíram de campo machucados e ainda não sabem se poderão atuar na próxima quarta-feira, 14, contra o São Domingos, pela Copa do Brasil, no Barradão. O Camaçari volta a jogar pelo Baianão contra o Atlético, em Serrinha, no domingo, 18, mesmo dia do Ba-Vi do Barradão.

Novo Vitória - O técnico Toninho Cerezo finalmente se rendeu às críticas e começou o jogo no Armando Oliveira com duas importantes mudanças no meio campo rubro-negro: em lugar do contestado Lúcio Flávio e do jovem Arthur Maia, lançou mão de Geovanni e de Pedro Ken, respectivamente. Uelliton também voltou ao time e mostrou que deve mesmo ser o dono da camisa 5.


Com mais alternativas nas jogadas de ataque, o Vitória foi um time mais encorpado e, não fossem os erros em demasia na hora da finalização, poderia ter saído da primeira etapa com um resultado maior. Logo aos dois minutos, Neto Baiano recebeu passe de Uelliton e mandou de direita no canto de Rodrigo; para fora. Dois minutos depois, Pedro Ken fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Neto Baiano, que se antecipou à marcação e assinalou o seu 15º gol no Baianão.


Aos 18, Ken invadiu pela direita e cruzou para a entrada da área, onde estava Geovanni, que matou no peito e chutou rasteiro; para fora. Aos 20, Marquinhos chutou cruzado e Neto Baiano não conseguiu completar. O Camaçari reagiu aos 23 minutos, quando Dinho arriscou chute da intermediária e quase surpreendeu Douglas.


Mineiro, que havia entrado em lugar de Marquinhos, aproveitou passe de Ken e ficou de frente para Rodrigo, aos 28, mas desperdiçou. Neto Baiano também deixou de marcar, de cabeça, aos 38. Dois minutos depois, se redimiu: após passe de calcanhar de Geovanni, tocou forte na saída de Rodrigo. 2 a 0.


Superioridade mantida - Romário reclamou de dores musculares e, em seu lugar, quem voltou para o jogo na segunda etapa foi o lateral Léo. O Vitória continuou em cima do time do Polo e não demorou a levar perigo para a meta de Rodrigo: logo aos quatro minutos, Mansur recebeu passe de Ken e mandou forte para o gol; o goleiro do Camaça mandou para a escanteio.


Na cobrança, Geovanni levantou a bola na área e Gabriel Paulista subiu mais do que a zaga adversário para ampliar: 3 a 0. Aos sete, Uelliton mandou uma bomba da intermediária e quase marcou.


Oito minutos depois, numa jogada que fora iniciada por Pedro Ken pela direita, Geovanni cruzou na conta para Neto mandar de primeira; Rodrigo saltou e evitou o quarto tento rubro-negro. O camisa 10 rubro-negro também emendou um chute de primeira, aos 16, mas mandou a bola na rede pelo lado de fora.
Insistente, o Leão chegou ao quarto gol aos 21 minutos, quando Mineiro recebeu passe de Geovanni e, com perfeição, tirou do goleiro Rodrigo, num chute colocado de fora da área. Em seguida, o time de Cerezo diminuiu o ritmo e quis apenas administrar o resultado, que, no entanto, não pôde se manter até o final: o lateral Maicon, aos 48, cobrou falta com perfeição e mandou a bola no ângulo de Douglas. Tarde demais.

Camaçari 1X4 Vitória - 14ª rodada do Campeonato Baiano 2012.
Local: Estádio Armando Oliveira, em Camaçari (BA).
Data: Domingo, 11 de março.
Horário: 16h.
Árbitro: Marielson Alves da Silva.
Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal e Kleber Moradillo da Silva.
Público: 1.223 pagantes.
Renda: R$24.500,00.


Gols: Neto Baiano (aos 4 e aos 40 minutos do primeiro tempo, respectivamente), Gabriel Paulista e Mineiro (aos 4 e aos 21 minutos do segundo tempo, respectivamente) para o Vitória; Maicon (aos 48 do segundo tempo) para o Camaçari.
Cartões amarelos: Uilliam (Camaçari).


Camaçari: Rodrigo; Maicon, Klésio, Correia (Rissut) e Pedro; Totinga, Dinho, Gilberto e Robson Luís (Uilliam); Hugo (Harley) e Júnior. Técnico: Sapatão.


Vitória: Douglas; Romário (Léo), Rodrigo, Gabriel (Dankler) e Mansur; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Marquinhos (Mineiro) e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.


Confira abaixo os resultados da 14ª rodada:
Atlético de Alagoinhas 0 x 0 Bahia de Feira (Mariano Santana).
Bahia 1 x 1 Juazeiro (Pituaçu).
Camaçari 1 x 4 Vitória (Armandão).
Feirense 4 x 2 Fluminense de Feira (Pedro Amorim).
Juazeirense 2 x 2 Serrano (Adauto Morais).
Vitória da Conquista 2 x 1 Itabuna (Lomantão).

Informações Atarde