Esporte News

Vitória cai para o Tremendão 2 X 0

O Bahia de Feira, que começou o Campeonato Baiano de 2012 embalado e depois decaiu, recebeu o Vitória, que viveu situação oposta na competição, quando começou com um futebol mediano e, aos poucos foi chegando à sua posição atual, 2º lugar.

Com o resultado, o Bahia de Feira chegou aos 29 pontos e conseguiu uma vaga no G4. Já o Vitória, ficou longe do seu objetivo, que era encostar no lide.r Agora, o Leão permanece com 32 pontos e se distanciou do líder, Bahia, que chegou aos 39 pontos após bater o Itabuna.

SÓ DEU BAHIA DE FEIRA

A partida começou com os primeiros 10 minutos dominados pelo Vitória. O time da capital dominou mais a bola e partiu para o ataque com facilidade. O rubro-negro mostrou uma leve superioridade na partida, já que o Bahia de Feira também conseguia adentrar a área do Leão, mas sem muito sucesso.

O primeiro lance de chance de gol aconteceu apenas aos 18 minutos, quando Raylan recebeu um passe açucarado de Rômulo e acabou sendo travado por Rodrigo, mas a bola partiu para escanteio.

Já com o Tremendão tomando conta da partida, o Vitória só conseguia atacar pelo lado esquerdo, deixando uma “avenida” do lado direito, dando espaço ao Bahia de Feira.

Aos 25 minutos, Menezes partiu para a cobrança de uma falta e mandou uma bomba em direção ao gol de Renan, que conseguiu defender em primeira instância, deixando o rebote para Rômulo, que não perdeu a oportunidade de abrir o placar para o Tricolor do Interior.

Na sequência do lance, Rômulo recebeu um lançamento de Tiago Granja, se livrou da zaga e mandou um chutaço na direção de Renan, que não alcançou a bola e permitiu o segundo gol do Tremendão.

Na etapa final do primeiro tempo, Jhonnatann deixou o campo após sofrer uma lesão no osso pélvico direito. O atleta deverá fazer exames de imagem para um diagnóstico mais preciso.

Nos minutos finais da etapa inicial, o Vitória tentou reagir, mas não conseguiu chegar ao gol do Bahia de Feira devido à forte marcação feita pela zaga tricolor. Já o Bahia de Feira, encontrava facilidade em atacar pelo lado direito, onde a defesa do Leão estava muito mal posicionada e sem conseguir cobrir os atacantes tricolores. O Bahia de Feira demonstrou uma leve superioridade, mas muito mais competência de marcação.

VITÓRIA SEM REAÇÃO

Já na segunda etapa, o treinador Toninho Cerezo tentou dar mais ofensividade ao time do Vitória, sacando Uelliton e Rildo para as entradas de Dinei e Marquinhos, respectivamente.

Logo aos 6 minutos de jogo, o Bahia de Feira teve uma cobrança de escanteio onde a bola ia entrando no gol de Renan, mas o goleiro conseguiu espalmar e se livrar do que seria o terceiro gol do Tremendão.

A mudança na postura do Leão, proposta por Cerezo, não deu muito certo no início da partida. Embora o time mostrasse uma postura mais ofensiva em campo, não conseguia chegar no gol do adversário com perigo.

O Bahia de Feira adotou uma postura mais defensiva, para administrar o resultado de 2 a 0 ao seu favor e não se arriscou muito nas jogadas de ataque, para evitar que o Leão explorasse o contra-ataque.

Aos 22, Carlinhos entrou no lugar de Rômulo e, assim que tocou na bola, subiu sozinho para cabecear para fora, por pouco não ampliando o marcador em Feira de Santana.

A primeira chance de gol do Vitória no segundo tempo, só surgiu aos 24 minutos. Renan e Wellington Saci quase chegaram ao primeiro gol do Leão. Os dois jogadores tentaram cabecear e se chocaram, mas a bola ia tomando endereço certo, até Carlinhos chegar a tempo e mandar para longe do gol do tricolor.

O Vitória encontrou dificuldade para se livrar dos zagueiros do Bahia de Feira e, das poucas vezes que chegava à área, não oferecia perigo. Já aos 31, o Leão conseguiu uma nova chance. Nino Paraíba chegou com velocidade e mandou um chute rasteiro, mas Dionathan – que se esticou todo – conseguiu desviar.

Aos 35, já esboçando um poder de reação na partida, o Vitória quase marca o seu primeiro no jogo. Dinei recebeu livre na área e ajeitou de calcanhar, para Nino Paraíba mandar uma bomba em direção ao gol, mas a bola tomou o endereço errado e acabou explodindo no travessão.

Aos 37, as duas equipes sofreram uma baixa. Menezes e Nino Paraíba discutiram e o árbitro expulsou os dois da partida.

Nos minutos finais da partida, o Tremendão permaneceu com uma postura recuada, mas sem deixar de atacar. O time da casa conseguiu administrar os 2 a 0 e foi dominando o jogo, impossibilitando que o Leão conseguisse chegar ao seu primeiro gol no jogo, já que o clube do interior imprimiu uma forte marcação no ataque rubro-negro.

Ficha Técnica:

Bahia de Feira: Dionathan, Thiago Granja (Sadrake), Paulo Paraíba, Menezes e Edson; Rogério, Carlos, Jhonnathan e Raylan; Rômulo (Carlinhos) e João Neto.
Técnico: Arnaldo Lira.

Vitória: Renan; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Rodrigo Costa e Wellington Saci; Ueliton (Dinei), Rodrigo Mancha (Mineiro), Pedro Ken e Geovanni; Rildo (Marquinhos) e Neto Baiano.
Técnico: Toninho Cerezo.

Local: Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana (BA)
Data: 25/03/2012 (domingo)
Horário: 16h00

Árbitro:
Rodrigo Martins Cintra (BA).
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jucimar dos Santos Dias

Cartões Amarelos: Dionathan (Bahia de Feira); Uelliton (Vitória)
Cartões Vermelhos: Menezes (Bahia de Feira); Nino (Vitória)

Fonte: Bahia Notícias