Esporte News

Mano critica Campeonato Baiano


Não é novidade para ninguém o fato dos maiores artilheiros do Brasil, entre todos os Campeonatos Estaduais, serem Neto Baiano do Vitória, com 22 gols, e Souza, do Bahia, com 19. A surpresa é a forma com que o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, vê essa liderança, comparando o futebol Europeu com o Brasileiro e questionando a qualidade do futebol jogado no Nordeste.

Ontem, durante o programa Arena SporTV, a televisão de canal fechado, o treinador da Seleção Brasileira fez questão de salientar que o desnível do futebol brasileiro parte primeiramente dos estaduais, e colocou o Campeonato Paulista muito acima do Baiano para justificar a facilidade dos gols marcados por Neto Baiano e Souza."Existem diferenças de níveis, entre Brasil e Europa, e temos que levar em consideração.

Existem diferenças também entre Estaduais. Se for pensar em jogadores que estão fazendo gol, o ataque seria Souza e Neto Baiano. Mas o Campeonato Baiano é bem diferente do Paulista e isso tem que ser respeitado” afirmou Mano Menezes.

Com essas palavras, Mano Menezes classificou o Campeonato Baiano como algo pequeno demais, para avaliar a qualidade dos atacantes a nível nacional. Mas quando se faz um estudo sobre as equipes que disputam a Série A que mais dependem dos seus atacantes, tomando como referência os estaduais, atrás do primeiro colocado, Souza (Bahia) que marcou 36% dos gols do tricolor, está o atacante de um dos maiores times do Brasil, o vice-campeão brasileiro 2011, Vasco da Gama, que teve 34% dos seus gols, 12 em 15 jogos, marcados por Alecsandro. O jogador iniciou a carreira no Vitória, em 1997, e em 2005, foi vice-artilheiro da Série B.


Outro clube da 1ª Divisão, do Rio de Janeiro, que está na lista entre os 10 clubes mais dependentes dos artilheiros é o Flamengo, com Vagner Love, marcando 24% dos gols. Já os times paulistas, que disputam o “maior campeonato estadual do País”, na visão do técnico Mano Menezes, não fogem da lista dos 20 mais necessitados dos seus goleadores.

Barcos marcou 24% dos gols do Palmeiras até o momento, Willian José foi o autor de 23% dos tentos do São Paulo, Ricardo Jesus da Portuguesa fez 17% dos gols da Lusa, Danilo do Corinthians foi o responsável por balançar as redes para o Timão 16% das vezes, e Rodrigo Pimpão da Ponte Preta fez 15% dos gols do clube

Ausência de Kaká provoca polêmica

Se algum jogador está fazendo falta entre os recentes convocados para a Seleção Brasileira, esse atleta é o meia Kaká. Com boas atuações no Real Madrid, ele vem reconquistando o seu espaço no cenário mundial, e consequentemente na ótica dos brasileiros que acompanham os jogos do Real Madrid.

 Ontem, durante uma entrevista no programa Arena Sportv, do canal fechado Sportv, o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes foi questionado sobre a exclusão de Kaká na equipe canarinho e se mostrou em dúvidas em relação a convocação do meia.

“Penso que ele pode ser importante ainda para a Copa de 2014. E penso que, para isso, vai ser muito importante para a próxima temporada. Acho que é a próxima temporada que vai dizer se Kaká ainda pode jogar pela seleção numa Copa do Mundo.

Todos ainda temos dúvidas”, explicou Mano Pressionado, o treinador assumiu que conversou pessoalmente com o meia e afirmou que não colocou Kaká na pré-lista para a Olimpíada de 2012, entre julho e agosto, por esperar uma recuperação plena do jogador. “Se eu entendo que a próxima temporada é fundamental para tudo isso, então entendo que ele tem que fazer uma boa pré-temporada na Europa, e a Olimpíada é nesse período” concluiu Mano.

Por: Tribuna da Bahia