Esporte News

Bahia vence o Feirense

Souza marcou 2 gols
Não era bem o que a torcida do Bahia esperava. Na noite desta quarta-feira, sob olhar de 6.900 torcedores, o Bahia jogou mal e precisou suar a camisa para vencer o Feirense de virada pelo placar de 3 a 2, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Baiano 2012.

O jogo provavelmente foi o último de Joel Santana à frente do Tricolor Baiano. O treinador já acertou com o Flamengo e deve seguir para Gávea com o preparador físico Ronaldo Torres, além dos auxiliares Marcelo Salles e Mauricio Albuquerque. Joel Santana tinha contrato com o Bahia até maio e o acordo não previa multa rescisória em caso de negociação com outros clubes. Na entrada das equipes em campo, Joel não negou, nem confirmou sua ida para o Flamengo.

- Eu no Flamengo? Quem disse isso? O negócio aqui é Bahia. Estamos concentrados para esse jogo. Não vou falar sobre isso agora. Amanhã (quinta-feira) falo sobre qualquer assunto. Hoje é Bahia - afirmou.

Com o triunfo, o Bahia chegou aos 10 pontos e segue no G4 do Baianão. Já o Feirense permaneceu com seis pontos, fora do grupo de times que se classificam para as semifinais ao final do estadual.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 17h (de Brasília), pela sexta rodada do Campeonato Baiano 2012. O Bahia encara o Itabuna no Estádio Municipal Luis Viana Filho, enquanto o Feirense joga contra o Juazeiro, no Estádio Municipal Pedro Amorim.

Jogo equilibrado e pênalti polêmico

Sem Fahel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Joel Santana resolveu apostar no jovem Lenine para compor o meio de campo do time tricolor. Apesar da modificação, o Bahia continuou com a mesma formação em campo, com três volantes e apenas Vander na armação.

A partida começou bastante disputada, com jogadas de velocidade e belas tabelas. Mesmo jogando fora de casa, o Feirense não se intimidou, partiu para cima do Bahia e quase saiu na frente do placar. Logo nos primeiros minutos, Jaiminho, um dos destaques da equipe de Feira de Santana, recebeu na área, limpou a defesa tricolor e chutou forte para fora.

Apesar do ímpeto do Feirense, foi o Bahia quem marcou primeiro. Aos 14 minutos, Fabinho fez um belo lançamento para Coelho, que cortou o marcador e cruzou para Souza marcar de peixinho.

Atrás do placar, o Feirense aumentou o ritmo de jogo e passou a pressionar o Bahia. Com a blitz do time de Feira de Santana, a equipe treinada por Joel Santana recuou e acabou pagando caro. Coelho derrubou Jaiminho na grande área e o árbitro marcou pênalti. Com categoria, Titi deslocou Lomba e igualou o placar.

Mesmo sem fazer uma grande partida, o Bahia ainda teve oportunidades de voltar a ficar na frente. Em uma delas, o zagueiro Rafael Donato recebeu cruzamento sozinho na grande área e conseguiu erra o cabeceio.

Na base da estrela

Para o segundo tempo, Joel Santana resolveu mudar o time e colocou Gabriel no lugar de Vander. O tricolor, no entanto, continuou a errar muito, principalmente na defesa. E foi em uma das falhas de marcação que o Feirense conseguiu virar o placar. Após cruzamento de Cristóvão, a bola bateu no travessão e sobrou para Jaiminho, na pequena área, fazer o segundo gol do time de Feira de Santana.

Atrás no placar e sem conseguir uma boa exibição, Joel Santana resolveu partir para o tudo ou nada. Tirou o volante Lenine e colocou Rafael para formar dupla de ataque com Souza. A substituição surtiu efeito e o Bahia passou a pressionar o Feirense. De mero espectador, Naldo se transformou em personagem principal da partida, com belas defesas.

E quando tudo indicava que o Bahia perderia a segunda partida no estadual, as estrelas de Souza e Joel brilharam. Em cobrança de escanteio, Naldo saiu errado do gol e a bola sobrou nos pés do camisa 9, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Nos minutos finais, Souza apareceu mais uma vez. O atacante recebeu passe de Gabriel e achou Lulinha sozinho na entrada da área. O meia tocou na saída do goleiro e correu para comemorar com a torcida a virada tricolor. Uma vitória no estilo Joel. E que deve marcar um novo adeus do treinador para o Tricolor baiano.

Fonte: Globo Esportes