News Agora:

    Copa do Brasil: Novo Hamburgo vence ABC e avança às oitavas

    Após avançar de fase pela primeira vez na Copa do Brasil, em 103 anos de história, o Novo Hamburgo segue surpreendendo na competição nacional.

     Na noite desta quarta-feira, a equipe anilada recebeu o ABC-RN, no Estádio do Vale, e reverteu a vantagem sofrida em Natal, pelo placar mínimo, aplicando o marcador de 2 a 0. O gol da classificação inédita veio com o atacante Juba, nos acréscimos, após falta cobrada por Felipe Athirson.

    Além da posição entre os 16 melhores clubes do torneio, a equipe gaúcha segue com calendário até o fim da temporada. Já que, caso fossem eliminados pelo Mais Querido, os comandados de Itamar Schulle não disputariam mais nenhuma competição organizada pela CBF. Entretanto, a surpresa do Sul ainda não conhece seu adversário nas oitavas de final, já que os confrontos do estágio serão definidos em sorteio.

    Marcelo Veiga é demitido da Portuguesa

     O técnico Marcelo Veiga foi demitido da Portuguesa na tarde desta quarta-feira (30), após o treino dos jogadores. A decisão foi tomada após o empate em 0 a 0 com o Oeste na noite desta terça (29), no Canindé.

    "Após o treino fui comunicado pela diretoria do clube do meu desligamento do comando técnico da equipe. Quero agradecer a Portuguesa por esse período no time, aos jogadores pela dedicação, a torcida, aos funcionários que conhecem os problemas financeiros, como acontecem em outros clubes do futebol brasileiro", disse o treinador, em comunicado divulgado pela assessoria de imprensa.

    O treinador assumiu a Lusa em maio e comandou a equipe por oito jogos, com duas vitórias, quatro empates e duas derrotas no Campeonato Brasileiro. Ele chegou para substituir Argel Fucks e deixa a equipe na 18ª colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos.

    Márcio Araújo volta a ser treinador do Bahia

     Ele está de volta. Após quatro anos, o responsável por comandar o Bahia no retorno à elite do futebol brasileiro em 2010 será o treinador da equipe tricolor no restante do Campeonato Brasileiro da Série A.

    A contratação do novo e ao mesmo tempo velho comandante foi concretizada no final de tarde desta quarta-feira (30). Márcio Araújo desembarca em Salvador nesta quinta-feira (31) e já comanda o primeiro trabalho com bola no período da tarde.

    Aos 54 anos, natural de São José do Rio Pardo, em São Paulo,  Márcio Longo de Araújo não treina uma equipe desde 2012, quando resolveu se afastar para acompanhar o nascimento do terceiro filho.

    Além do Bahia, Márcio Araújo tem na carreira passagens pelo São Caetano, Figueirense, Sertãozinho, Goiás, Barueri, Fortaleza, Coritiba e Atlético Mineiro.

    Novo diretor de futebol do Bahia é acusado de uso irregular de verba pública

    O novo diretor do Bahia, Rodrigo Pastana, nem chegou ao Fazendão e já se tornou o assunto mais comentado entre os torcedores do clube desde  o início da manhã desta quarta-feira (30), após matéria publicada pelo Correio*. O assunto, porém, extrapola as quatro linhas.

    De acordo com o material publicado pelo jornal baiano, o novo responsável pelo departamento de futebol do Bahia fez parte de uma sociedade responsável pela empresa 'Grêmio Talentos e Representações Ltda', fundada em 2009, que tem como trabalho o 'agenciamentoo de profissionais para atividades esportivas, culturais e artísticas'.

    A Junta Comercial de São Paulo (Jucesp) informa que Rodrigo Pastana, hoje diretor do Bahia, deixou a sociedade no mês de março. Porém, de 2009 até a data em que ele oficialmente saiu da sociedade, ele atuou como gestor de futebol do Figueirense, Criciúma, Goiás e São José-SP.

    Outra denúncia
    Rodrigo Pastana, enquanto sócio do Grêmio Barueri de 2008 a 2011, deixou o clube sob a suspeita de ter usado verba pública de maneira irregular na parceria com a prefeitura da cidade, segundo ação interposta pelo Ministério Público de São Paulo (MP/SP), para realizar o pagamento de salário dos atletas.

    Além disso, desde março de 2002, Rodrigo PAstana e os demais cinco sócios, incluindo seu pai, estão com os bens bloqueados

    Gilson Kleina ou Márcio Araújo: Bahia deve anunciar novo técnico

    A espera dos tricolores pelo anúncio do novo treinador deve acabar até o final da tarde desta quarta-feira (30). A ideia da diretoria do clube é, no momento da apresentação dos novos membros do departamento de futebol, já anunciar oficialmente o nome do novo comandante da equipe para o restante da temporada.

    Dois nomes estão na briga, aliás, na mira da diretoria do tricolor. O treinador Gilson Kleina, procurado pelo clube desde a semana passada, é a prioridade no Fazendão. O profissional, que tem o nome aceito entre todos, depende apenas de uma resposta para fechar o negócio.

    A pedida salarial de Gilson Kleina para ele  e o restante da comissão técnica foi considerada elevada pelos diretores do Bahia, que realizarma uma contraproposta e aguardam a resposta definitiva do ex-técnico do Palmeiras. Caso não aconteça o acordo o esquadrão vai centralizar todas as forças no segundo nome.

    Márcio Araújo, que já falou publicamente sobre o interesse voltar a comandar o Bahia, já que esteve no clube na Série de B, é outro profissional bem requisitado no Fazendão. Além de funcionários, jogadores e ex-atletas do clube derramaram elogios sobre o caráter, o que animou os diretores.

    A parte financeira, incluisve, não seria problema. Sem comandar uma equipe desde 2002, quando se afastou para acompanhar ao nascimento do filho, Márcio Araújo teria a remuneração inferior ao que recebia o ex-treinador Marquinhos Santos.

    Seja Gilson Kleina ou Márcio Araújo, a definição do novo treinador deve acontecer e ser oficializada nesta quarta-feira (30). Assim, o técnico treinaria a equipe por três dias consecutivos e já sentaria no banco contra o Palmeiras, no domingo (3), no Pacaembu.

    Náutico vence Icasa na Arena PE e alivia pressão

    A Arena Pernambuco recebeu grandes jogos e teve casa cheia durante a Copa do Mundo de 2014, mas nesta terça-feira a situação foi completamente diferente. Jogando em casa, o Náutico venceu o Icasa, por 1 a 0, em um jogo que esteve longe do que pode ser considerado futebol de alto nível e com o estádio recebendo público modesto. O único gol da partida foi marcado por Marinho.

    Se não viu brilho, o torcedor que compareceu ao estádio quase viu um verdadeiro golaço. Já nos minutos finais, Raí viu o goleiro adversário adiantado e arriscou do meio de campo. A bola passou perto da trave.

    Jogando em casa, o Náutico até apostou em uma proposta mais ofensiva, tentando pegar o time visitante com uma marcação pressão. Mas o plano não foi executado com maestria. Assim, o que se viu foram muitas jogadas ríspidas no meio de campo, passes errados e poucas oportunidades de gol.

    Mesmo sem pressionar como gostariam, os donos da casa chegaram ao gol da vitória na melhor chance que tiveram no primeiro tempo. Após triangulação rápida pela direita, Marinho recebeu livre na área e finalizou na saída do goleiro.

    Por falar em Marinho, o meia do Náutico era o único que parecia realmente inspirado nesta terça-feira. Incisivo, o jogador deu trabalho para a defesa do Icasa, que se salvou diversas vezes de levar o segundo.

    A melhor chance dos visitantes veio logo após o gol dos pernambucanos. Neílson invadiu a área e bateu cruzado, mas acertou a trave.  No mais, os cearenses não demonstraram poder de reação.

    Com a vitória, o time pernambucano chegou a 18 pontos conquistados e assumiu a 11ª colocação na tabela, fugindo do perigo de ficar perto da zona de rebaixamento. O mesmo não se aplica ao Icasa. A derrota fez o time cearense permanecer com 15 pontos e na 15ª posição, duas acima da zona da degola.

    O Icasa volta a campo na sexta-feira (8), quando recebe o América-MG. Um dia depois, o Náutico visita o Santa Cruz.

    Uol
     
    Cadastre-se gratuitamente e receba nossas atualizações por E-mail: