News Agora:

    Marquinhos Santos não é mais treinador do Bahia

     A 'Era Marquinhos Santos' à frente da comissão técnica do Esporte Clube Bahia chegou ao fim. Na noite deste sábado (26), após a derrota do tricolor baiano para o Internacional, na Arena Fonte Nova, o treinador anunciou que não vai dar continuidade ao trabalho no restante da temporada.

    Nesta temporada, à frente da comissão técnica do Bahia, Marquinhos Santos esteve à beira do campo em 35 oportunidades. O tricolor venceu quatorze vezes, empatou dez e saiu de campo derrotado em outras onze.

    Marquinhos Santos, ao lado do auxiliar Marcelo Serrano, se despede do Fazendão levando na bagagem boas e más lembranças.  O comandante, que levará como ponto positivo a conquista do título estadual, vai também carregar no currículo a eliminação precoce na Copa
    do Nordeste e a pior sequência do Bahia na história dos pontos corridos: 6 derrotas consecutivas e 9 jogos sem vencer.

    Com o pedido de demissão de Marquinhos Santos, o Bahia já trabalha forte no objetivo de anunciar a contratação de Gilson Kleina para que, apesar do pouco tempo, esteja à frente do time no domingo (3), contra o Palmeiras, em São Paulo.

    Goleiro Lomba falha, Bahia perde e entra na zona

    Marquinhos Santos surpreendeu a todos antes da bola rolar. Com relação ao time que perdeu para o Corinthians, no meio da semana, foram seis modificações. Além disso, a estrutura tática também não foi mantida. Fahel saiu e entrou Branquinho, o que desfez o esquema usado anteriormente com três volantes.

    As substituições feitas pelo comandante tricolor, pelo menos no início do jogo, surtiram efeito. Com a marcação avançada, sem dar espaço aos principais atletas do time gaúcho, o esquadrão deu as primeiras coordenadas na Arena Fonte Nova. Com menos de 15 minutos, em dois lances, a defesa do Inter chegou atrasada e por pouco não pagou o pato.

    Kieza, na primeira, tentou o driblea ao invés da finalização e foi desarmado. Logo depois, em cruzamento para área, Titi subiu sem marcação e cabeceou para fora. Apesar da iniciativa, aos 13, o Bahia levou um grande susto. O lateral-esquerdo Fabrício cruzou e a defesa cortou errado. Na volta, o próprio camisa 6 finalizou de perna direita e levou perigo ao goleiro Marcelo Lomba. Aos 22, de novo pela esquerda, o colorado chegou ao ataque. Alan Patrick cruzou e Pará furou. Na sequência, Alex finalizou e a defesa tirou.

    O jogo caiu muito de produção, com times errando passes e excessiva quantidade de faltas.
    Somente com o Bahia, aos 32 minutos, a partida em Salvador ganhou mais energia. Branquinho cobrou falta para grande área e Adailton tocou para o meio. Uellinton, na marca do pênalti, bateu alto e tirou tinta da trave.

    No minuto seguinte, de fora da área, Branquinho finalizou no meio do gol e Dida fez a primeira importante defesa, no último lance antes do
    intervalo

    Segundo tempo

    O Bahia voltou para o segundo tempo em busca do gol. Logo aos 5, Branquinho finalmente acertou um passe e deixou Kieza de frente para o gol. O centroavante, porém, estava em posição irregular e o lance foi anulado. Aos 9, em lance de bola parada, Uelliton levou perigo ao goleiro Dida. Tomou muita distância, cobrou a falta buscando o ângulo esquerdo, mas mandou pela linha de fundo.

    Lomba salva e falha
    Aos 15, de fora da área, o meia Alex resolveu testar o goleiro tricolor. Mandou uma bomba de fora da área e o arqueiro do Bahia fez grande defesa, mandando para escanteio. Mas, 6 minutos depois, o ccamisa 1 não teve o mesmo sucesso. Falhou feio e foi determinante para mais uma derrota do Bahia.

    Wellington Silva chutou de fora e Marcelo Lomba, ao tentar encaixar, mandou para dentro do próprio gol. Frango e Internacional 1 a 0 na Fonte Nova. O gol serviu para abalar emocionalmente o elenco tricolor que não conseguiu mais jogar. Aos 24, após cruzamento, Sasha bateu e Adailton apareceu no meio do caminho para desviar e evitar o pior.

    Apático, até o fim do jogo, o Bahia pouco criou. Aos 39, de novo de falta, Uelliton bateu colocado e levou muito perigo. A bola passou rente ao poste esquerdo, mas sem sucesso.

    Estava ali, sem conseguir a virada, sacramentada mais uma rodada do Bahia sem vencer no Campeonato Brasileiro, e a despedida de Marquinhos Santos.


    FICHA TÉCNICA:
    Série A - 12ª rodada
    Bahia x Internacional
    Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
    Data: 26/07/2014
    Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
    Auxiliares: Kleber Lúcio Gil (SC) e Carlos Berkembrock (SC)

    Bahia: Marcelo Lomba; Roniery, Adailton, Titi e Pará; Fahel, Léo Gago, Rhayner, Branquinho e Henrique; Kieza. Técnico: Marquinhos Santos.

    Inter: Dida; Wellington Silva; Juan, Paulão e Fabrício; Williams, Wellington, Alex, Alan Patrick e D'Alessandro (Sasha); Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

    Bahia Noticias

    Cruzeiro goleia Figueirense e dispara na liderança

    Não foi nada bom, muito pelo contrário, foi péssimo o sábado para os clubes catarinenses que disputam o Campeonato Brasileiro, em sua 12.ª rodada.

    Os três representantes – Figueirense, Chapecoense e Criciúma – perderam e melhor mesmo para o Cruzeiro, que enfiou 5 a 0 no Figueirense, no Mineirão, e ampliou sua vantagem na liderança isolada, com 28 pontos. Neste momento, são oito pontos na frente dos vice-líderes – Santos e Corinthians, com 20 pontos cada.

    A Raposa tem o melhor ataque com 28 gols em 12 jogos. E seu artilheiro: Ricardo Goulart, com oito gols. O Figueirenses estreou Argel Fucks no lugar de Guto Ferreira e só evitou uma goleada maior, porque sabe que a recuperação virá contra outros concorrentes e não diante do maior favorito ao título desta temporada. O time catarinense continua com sete pontos, em 18.º lugar.

    Vitória se impõe e vence o Criciúma no Heriberto Hülse

    O Vitória encerrou neste sábado (26), o jejum de oito jogos sem triunfos no Campeonato Brasileiro. No Estádio Heriberto Hülse, em duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time comandado pelo técnico Jorginho venceu o Criciúma por 3 a 1.

    Os gols do Leão foram marcados pelo atacante Caio (duas vezes) e Ayrton.

    Com o resultado, o Vitória saiu, ao menos temporariamente, da zona de rebaixamento e espera o resultado do arquirrival Bahia contra o Internacional, logo mais às 21h, para saber se ainda estará com a corda no pescoço.

    FICHA TÉCNICA
    CRICIÚMA 1 X 3 VITÓRIA
    Campeonato Brasileiro – 12ª rodada
    Local: Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
    Data:  26/7/2014
    Hora: 18h30
    Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
    Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Gilberto Stina Pereira (RJ)
    Cartões amarelo: João Vitor, Serginho, Sérgio Escudero e Danilo Alves (Criciúma); Wilson, Adriano e Luiz Gustavo (Vitória)
    Cartão vermelho: Sérgio Escudero (Criciúma).
    Gols: Caio (duas vezes) e Ayrton (Vitória); Serginho (Criciúma).

    CRICIÚMA: Luiz; Eduardo, Fábio Ferreira, Escudero e Cortez; Serginho, João Vitor, Rafael Costa e Paulo Baier; Silvinho e Michael (Danilo Alves) (Ronaldo Alves). Técnico:Wagner Lopes

    VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Alemão, Kadu e Euller; Adriano, Marcelo (Luiz Gustavo), Richarlyson (William Henrique) e Marcinho; Caio (Willie) e Dinei. Técnico: Jorginho

    Santa Cruz decepciona torcida e perde para líder Ceará

    De volta ao Arruda após cumprir suspensão, o Santa Cruz decepcionou sua torcida ao deixar a vitória escapar para o líder Ceará por 3 a 2, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols do anfitrião foram de Wescley e Léo Gamalho, enquanto os autores dos tentos dos visitantes foram Bill, Magno Alves e Sandro.

    Com o resultado, os cearenses permanecem na liderança, agora com 27 pontos, e os donos da casa desceram para a 14ª colocação, mantendo os 16 pontos.

    No próximo sábado, os pernambucanos enfrentam o América-RN na Arena das Dunas, às 16h20 (de Brasília). O Ceará, por sua vez, tem embate marcado para a mesma data contra o Boa Esporte, às 21 horas (de Brasília), no Presidente Vargas.

    Criciúma recorre de punição e consegue reaver os três pontos perdidos

    Na noite desta quinta-feira (25), o Criciúma conseguiu reaver os três pontos perdidos pela escalação temporária do atacante Cristiano e, com os 14 pontos, subiu da 14ª para a 12ª posição na classificação geral do Campeonato Brasileiro 2014 até o julgamento do recurso no STJD.

    Segundo o documento, o efeito suspensivo teve embasamento na alegação de um erro de comunicação do STJD à Confederação Brasileira de Futebol, no qual uma suspensão de cinco jogos, imposta para o jogador enquanto defendia o Naviraiense, não constava nos registros da entidade, fazendo com que o atleta fosse relacionado para a partida contra o Goiás, pela segunda rodada da competição nacional. Além de perder três pontos, o Criciúma teve que pagar uma multa de R$ 1 mil.

    A direção do tigre catarinense resolveu não se manifestar oficialmente enquanto o recurso não seja julgado. Enquanto o julgamento não acontece, o tricolor carvoeiro se prepara para o confronto contra o Vitória, válido pela 12ª rodada do Brasileirão, nestae sábado (26), no Estádio Heriberto Hulse, na cidade de Criciúma.
     
    Cadastre-se gratuitamente e receba nossas atualizações por E-mail: